REDESCOBRIDORES DA ALMA!

sábado, 11 de março de 2017

Mergulho By Patrícia Pinna



Contemplara a lua mais cheia 
Do que os seios de uma grávida
Na bênção da divindade prateada
Ouvira seu som com o fervor de uma donzela

Deitara seus olhos negros mistério profundo
E, bem a fundo, sua imaginação criara a festa
Complemento de emoções intrínsecas, pulsantes
Surgira como a um servo protetor e acasalador
Das mais doces e emblemáticas histórias de amor

Embalsamara seus devaneios, jogara fora os receios
Quisera jamais acordar e vivenciar outra realidade
Uma vez que, sua força poderia ser pequena demais
Temera isso acontecer, jogara seu corpo nos lírios
Confundira sua pele alva com a das flores

Pedira socorro com toda devoção
Pedira paz com toda intensidade
Pedira amor com toda lealdade
E, a paixão, como elo de um cordão
Pedira luz, jejuara, orara, desejara
Que o encanto intacto e reluzente não esmorecesse.

Autoria: Patrícia Pinna
Imagens: Internet.




15 comentários:

  1. Um perfeito grito de socorro, em silêncio... Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  2. Lindo e intenso clamor diante da grande e linda lua... beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso querida amiga sentir a profundidade da nossa alma ,revelando a cada palavra toda a delicadeza do eterno sentir ,belíssimo momento ,muitos beijinhos no coração.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Patricia...
    o mais profundo dos mergulhos se dá para dentro de nós..
    ali encontramos significado das nossas vidas.. bjs e feliz dia

    ResponderExcluir
  5. Uma súplica tão bela, o último verso é belo demais! Verdadeiro, dolorido.
    Beijo, querida.

    ResponderExcluir
  6. Há todo um encanto grávido por parir em amor em seus versos! Que venha à luz para contemplar a beleza de se amar!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Um poema dolorido, sensivel... e belo...

    Beijos, Patricia...

    ResponderExcluir
  8. Poema intenso e cheio de melancolia.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Apesar de toda melancolia, o poema é repleto de beleza.
    Parabéns por mais uma poema incrível. Beijinhos...

    ResponderExcluir
  10. Em nós estão todas as respostas para os clamores da vida! Belo poema, Patrícia Pinna! Ótima semana e boa tarde, amiga! Bjs no coração.

    ResponderExcluir
  11. Um apelo profundo, um poema maravilhoso.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  12. Mergulhaste neste mergulho sem medor e com toda entrega de vossa alma. No entanto , o único temor de toda essa entrega era acordar e vivenciar outra realidade , haja vista que , quando a gente ama de fato não queremos nem em pensamento voar para outros horizontes ou saborear outro mel , ao contrário , desejamos cada vez mais morar nesse recanto aconhegante que seja os abrços do amado e da amada.
    A poetisa abre a primeira estrofe de um modo magistral , olhai estes versos intensos e inteligentes " Contemplara a lua mais cheia / Do que os seios de uma grávida " ou seja, os olhos de quem está amando se encontram totalmente brilhantes e cheios sempre quando ver quem ama.
    " Divindade prateada " uma ótima Perífrase para designar a Lua , acertei , poeta ?
    Quando se ama oramos para tudo acontecer e o que não queremos é o amado(a) perder , então , parece uma súplica para essa sensação não terminar ( e não sabemos se essa súplica foi atendida ) :

    " Pedira socorro com toda devoção
    Pedira paz com toda intensidade
    Pedira amor com toda lealdade
    E, a paixão, como elo de um cordão
    Pedira luz, jejuara, orara, desejara
    Que o encanto intacto e reluzente não esmorecesse."

    Bravíssimo , poetisa !!!

    ResponderExcluir
  13. Poesia escrita com bela e expressiva inspiração. Grandeza da alma de um grande poeta. Parabéns

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.